Home Ceará Açudes do Ceará estão com 14% da capacidade, Lima Campos/Icó 8,72 %

Açudes do Ceará estão com 14% da capacidade, Lima Campos/Icó 8,72 %

7 Primeira leitura
0
0
164

O Ceará tem o melhor setembro dos últimos três anos em relação ao volume dos açudes do Estado. A situação, no entanto, ainda preocupa. Com 14% da capacidade total, o número é melhor que o do mesmo período de 2017, quando era de 9,7%. A cifra se dá graças ao aporte deste ano que, apesar de ter tido chuvas dentro da média histórica, foi o maior desde 2012. O aporte registrado neste ano foi de 2,34 bilhões m³.

A quantidade de águas recebidas foi importante para nos aproximarmos do fim do ano com situação um pouco mais favorável que os anos anteriores. Em 2016, por exemplo, foi registrado o pior setembro desde 2012, quando o estado chegou a 8,8% das reservas hídricas.

Foi principalmente entre o final do ano passado e o início deste ano que grandes açudes de abastecimento da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), como Orós e Castanhão, chegarem aos menores percentuais de reservas. Somente a partir de maio deste ano esses açudes apresentaram abastecimento mais significativo em relação aos anos anteriores.

O açude Banabuiú, que integra a bacia de mesmo nome, chegou a ficar de agosto de 2015 a março deste ano com volume menor que 1%. O cenário dos últimos três anos mudou neste manancial graças à quadra chuvosa deste ano, que trouxe aporte de mais 100 milhões de metros cúbicos. Atualmente, o açude está com 6,4% da capacidade.

De acordo com Francisco Teixeira, titular da Secretaria dos Recursos Hídricos do Ceará, apesar de mais favorável, o cenário ainda preocupa bastante. “A gente não saiu de uma situação crítica ainda. Nós estávamos no início do ano com 7% das nossas reservas hídricas. Terminou o período chuvoso e chegamos a 17%, então ganhamos 10 pontos percentuais”, afirma. No entanto, segundo ele, permanecer abaixo dos 20% ainda é bastante grave.

Dados do Portal Hidrológico destacam os açudes Germinal, em Palmácia e Jenipapo, em Meruoca, com, respectivamente, 97,83% e 97,15% da capacidade. Os outros açudes com volume acima de 90% são Tucunduba, em Senador Sá e Itapajé. Ainda assim, 91 reservatórios estão com volume inferior a 30%, sendo 37 com volume morto ou secos. Apesar de não ter o maior percentual de volume, a bacia com maior quantidade de água registrada é de Acaraú, com 534 hm³.

O Castanhão, localizado no Médio Jaguaribe e principal açude de abastecimento da RMF, chegou a ter as comportas fechadas para envio de água. O açude apresentou elevação no volume e saiu de 2% em fevereiro deste ano para 8,7% em maio. O volume atual é de 6,4%.

“Nessa nossa grande seca de seis anos, nós exaurimos praticamente nossas reservas. Ainda é uma situação que merece uma atenção especial, muito monitoramento para poder fazer com que essa água chegue até a próxima estação chuvosa”, explica Teixeira.

Outra ressalva apontada pelo secretário é a continuidade do uso de águas do Castanhão. Segundo ele, neste período do ano passado, mesmo com reserva hídrica mais baixa não foi necessário o uso das águas do açude. Agora, conforme Teixeira, devido o baixo aporte da bacia Metropolitana, o Castanhão está liberando de 3 a 4 m³ de água por segundo para a RMF.

Francisco Holanir, secretário do comitê da Sub-bacia Hidrográfica do Médio Jaguaribe onde está situado o açude Castanhão , reconhece situação um pouco mais confortável neste ano para agricultores e produtores. “Mas, mesmo assim, a gente precisa de mais que uma boa quadra chuvosa, a gente está esperando mesmo é pela Transposição do Rio São Francisco. É essa nossa garantia”, ressalta.

Lima Campos/Icó
Capacidade: 66,38 hm³
Cota: 169,47 m
Volume: 5,79 hm³
Volume: 8,72 %
Vazão: 0,00 L/s
Vazão atualizada em: 26/08/2018

REDAÇÃO O POVO ONLINE/ EDUARDA TALICY

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Ceará

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Miss Ceará Earth terá icoense concorrendo a coroa

A Miss Earth Icó Luana Chaves de 18 anos irá participar do concurso da Miss Ceará Earth, e…