Home Esportes Ceará e Fortaleza duplicam presença de sócios nas arquibancandas

Ceará e Fortaleza duplicam presença de sócios nas arquibancandas

5 Primeira leitura
0
0
39

Ceará e Fortaleza mais que duplicaram a presença de sócios-torcedores no Campeonato Brasileiro 2018, após as vitoriosas campanhas dos acessos para as séries A e B. No ano passado, os clubes tiveram 17,9% de associados do total de público pagante em 31 jogos na Segundona e Terceirona.

Na atual temporada, o número subiu para 38,84% em apenas seis jogos do Alvinegro e do Tricolor em suas novas divisões. A presença dos torcedores oficiais mostra a força do crescimento das adesões. Os programas de fidelidade se tornam importantes ferramentas na busca pela sustentação financeira.

 

Em 2018, os dois clubes estão próximos de bater a marca de 20 mil sócios. O Leão do Pici possui 19.089 torcedores oficiais, enquanto o Alvinegro de Porangabuçu tem 18.912, segundo último balanço divulgado pelas instituições.

 

“O sócio-torcedor é um alicerce do clube dentro do calendário do futebol. Há meses que trabalhamos no vermelho, na época do Campeonato Cearense, e a receita do sócio ajuda a pagar o custo fixo”, diz o vice-presidente do Ceará, Raimundo Pinheiro.

No Campeonato Cearense, os estádios costumam ficar esvaziados diante do menor apelo da competição, realçando o papel dos programas na saúde financeira das agremiações nesse período.

Para Ceará e Fortaleza, os sócios chegam a representar até 50% do público total que compareceu aos jogos durante todo o torneio, realizado entre janeiro e abril.

“O plano é a principal fonte de receita do clube”, afirma o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz.

O Vovô, que disputa a elite do futebol brasileiro, teve um total de público pagante de 95.036 em três jogos, dois deles contra duas das equipes mais tradicionais do País, São Paulo e Flamengo. Desses, 35.914 são sócios, representando 37,7%. Diante do América-MG, duelo menos atrativo até o momento, a quantidade de torcedores fidelizados superou a compra de ingresso avulso.

O Tricolor, líder da Série B, levou 56.968 pagantes em três jogos. Desse número, 23.136 são sócios, registrando 41,2% do total. No duelo diante do CRB, o número de associados superou a venda de ingressos na bilheteria.

O POVO apurou que a estimativa de arrecadação com os programas de sócios-torcedores de Ceará e Fortaleza é de cerca de R$ 500 mil por mês livres.

Os associados dos clubes cearenses não pagam nada a mais para entrar nos jogos, a não ser a mensalidade, semestralidade ou anuidade, ao contrário de outros clubes pelo Brasil.

 

VALORESSócio do CearáOs preços variam de R$ 50 a R$ 160 Sócio do Fortaleza. Os preços variam de R$ 24,90 a R$ 169,90

 

Redação O Povo On line/ LUCAS MOTA

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Esportes

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Equipes do Raio prendem três pessoas por comercialização de drogas em Icó

Por volta das 19h00min de ontem (10) a composição do RAIO 03 com o apoio do RAIO 02, foram…