Home Ceará Entenda por que as chuvas diminuíram no Ceará nos últimos dias

Entenda por que as chuvas diminuíram no Ceará nos últimos dias

3 Primeira leitura
0
0
104
Desde o dia quatro de março, a intensidade das chuvas no Ceará diminuiu. A queda ocorre devido á alta pressão sobre o ar, que o impede de subir e formar nuvens. Esse fenômeno é conhecido como subsidência. Neste caso, a pressão é mais forte que a convergência entre os ventos vindos do Hemisfério Norte e Sul, sistema conhecido como Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), responsável por trazer chuvas ao Estado.
O cenário desfavorável acontece apesar de março, historicamente, registrar o maior volume de chuvas. Além disso, eiste a presença da ZCIT sobre o Estado. Apesar da alta pressão sobre o ar, ela não é tão forte em todas as regiões do Ceará.
David Ferran, meteorologista da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), projeta a persistência da subsidência para, pelo menos, os próximos três dias. Apesar disso, Ferran projeta chuva em algumas regiões do Ceará. “A previsão é de chuvas no norte do Estado, mas em quantidades menores”, diz.
Sem a formação de nuvens, os registros de chuva têm sido menores. O mês de março é o mais importante da quadra chuvosa e começou com chuva forte e alagamento em Fortaleza. No dia primeiro deste mês, 100 municípios tiveram precipitação de chuva. A 347 km da Capital, a cidade de Poranga  acumulou, naquele dia, 119 milímetros. Nesta quinta-feira, 9, choveu em apenas 17 municípios cearenses; Granja teve o maior registro acúmulo de 66mm.
“Para chover, basta o ar subir. Se há uma pressão inibindo a subida, não chove”, resume Ferran. Segundo ele, as regiões litorâneas, da ibiapaba, da região central, e do baixo e médio Jaguaribe devem ter incidência de chuvas, mas com intensidade menor.
Redação OPOVO Online
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Ceará

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Demora na distribuição de medicamentos para a atenção básica é tema de reunião no MPCE

O Ministério Público do Estado do Ceará, por meio do Centro de Apoio Operacional da Cidada…