Home Entretenimento Icoense recebe convite e irá desfilar no Carnaval de São Paulo

Icoense recebe convite e irá desfilar no Carnaval de São Paulo

9 Primeira leitura
0
0
177
Nosso Icoense Jô Alves que também faz parte do nosso Portal Icó News com uma Coluna de Moda e variedades foi convidado a fazer parte da escola de Samba Dragões da Real e irá desfilar no Carnaval 2018 de São Paulo no próximo dia 10 de Fevereiro. O icoense recebeu o convite de Marcelo, Sérgio e Flávio coordenador da Ala TamuJuntu, que li deu boas vindas na Quadra da escola no ultimo dia (06) de Janeiro em um ensaio grandioso.
Dragões da Real (escola de samba)
O Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Dragões da Real é uma escola de samba fundada em 2000 por membros da torcida organizada do São Paulo Futebol Clube. Fundação 17 de março de 2000 (17 anos) Escola-madrinha Lava pés Cores Vermelho Branco Preto Símbolo Dragão Bairro Vila Anastácio Presidente Renato Remondini Rodrigues (Tomate) Carnavalesco Comissão de Carnaval Comissão de carnaval Dione Leite Márcio Gonçalves Rogério Félix Intérprete oficial René Sobral Diretor de harmonia Rogério Felix Diretor de bateria Mestre Tornado Rainha da bateria Simone Sampaio Mestre-sala e porta-bandeira Rubens de Castro e Evelyn Silva Coreógrafo Roberta Melo Desfile de 2018 Enredo Minha música, Minha raiz! Abram a porteira para essa gente caipira e feliz! Posição de desfile 6ª – 04:00 10 de Fevereiro A Dragões da Real foi fundada em 17 de março de 2000 por alguns associados da torcida do São Paulo que já frequentavam algumas escolas de samba.
A decisão em fundar uma nova escola teve o objetivo de proporcionar maior integração e cultura aos associados. Em seu primeiro ano de existência, na preparação para seu desfile inicial, a agremiação se defrontou com dificuldades, a UESP (entidade a qual a Dragões se filiou) não repassara a verba às escolas de samba do Grupo de Espera, desse modo todo o trabalho carnavalesco foi feito através de trabalhos voluntários e um grande aporte financeiro da torcida e de alguns associados que se mobilizaram a fim de colocar a Dragões em condições de desfilar.
Em 2001, logo na sua estreia a agremiação tornou-se campeã, obtendo o título do grupo 4 da UESP. No ano de 2002, já no Grupo III, a agremiação acabou passando por alguns problemas ficando na 5º colocação. Em 2003, voltando a disputar o Grupo III, se tornou campeã novamente, ascendendo assim ao Grupo II. Em 2004 já no Grupo II, a agremiação sagrou-se novamente campeã. Tal conquista propiciou à agremiação a oportunidade de desfilar no sambódromo do Anhembi pela primeira vez em sua até então curta história de 4 carnavais.
Em 2005 disputando com escolas de samba tradicionais, que inclusive já haviam participado do Grupo Especial, a agremiação em seu primeiro ano de desfile no Anhembi alcançou a 2ª colocação e conseguiu ascender mais uma etapa, assim passando a figurar em 2006 entre as escolas do Grupo de Acesso. Com essa ascensão, os ensaios, alegorias, fantasias, enfim tudo na escola passou a tomar vulto e paulatinamente a estrutura de trabalho foi aumentando e com isso a participação dos associados e simpatizantes também aumentou. Nos anos de 2006, 2007 e 2008 a agremiação disputou o Grupo de Acesso vindo a terminar seguidamente na mesma colocação nesses anos, o 5º lugar. Em 2009, obteve o terceiro lugar.
Em 2010 a escola fez o desfile com enredo Renovação… Assim Caminha a Humanidade, a escola era indicada como uma das favoritas a conseguir o acesso, mas suas notas no quesito Evolução não foram boas. Por isso, acabou empatada com a Unidos do Perucheno cômputo geral, mas ficou atrás desta com os critérios de desempate, com novo terceiro lugar. Com o enredo sobre Contos, em 2011 sagrou-se campeã do Grupo de Acesso, assim conseguindo o acesso ao Grupo Especial. Em 2012 foi a primeira escola a desfilar no sábado (18 de fevereiro de 2012), desfile que rendeu à escola acabou uma honrosa 7ª colocação.
Em 2013 a escola falou de seu próprio símbolo, o Dragão, apresentando a figura em diversas mitologias, em filmes como “Coração de Dragão” e até no desenho animado Caverna do Dragão. O desfile foi considerado surpreendente pela crítica, superou a Império de Casa Verde no quesito de desempate, rendendo à Dragões a 4ª posição.
Para 2014, contratou a carnavalesca Rosa Magalhães para elaborar seu desfile. A Dragões apresentou o enredo “Um Museu de Grandes Novidades”, que abordava a cultura pop das décadas de 1970 e 80, fez um belíssimo desfile, com alegorias grandiosas, mas obteve o quinto lugar mesma pontuação que a Tucuruvi que no critério de desempate pecou em harmonia. Em 2015, levou para o enredo “Acredite Se Puder!” buscando o tão sonhado título. Mas acabou na 5ª posição e consequentemente no retorno ao desfile das campeãs.
Para 2016 com o enredo “Surpresa! Adivinha o que eu trouxe pra você”, terminando na 6ª posição. Em 2017, com o enredo “Dragões canta Asa Branca”, a escola conquistou um inédito vice-campeonato na classificação do grupo especial do Carnaval de São Paulo. A Dragões liderou até a última nota da ap.

 
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Entretenimento

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Jovem icoense impressiona com sua arte de desenhar, confira

Natura de Icó, precisamente da Comunidade de São João – Lima Campos, Jarllyson Arauj…