Home Destaque MPCE ajuíza ação de improbidade contra prefeito de Juazeiro do Norte e filho por publicidade irregular

MPCE ajuíza ação de improbidade contra prefeito de Juazeiro do Norte e filho por publicidade irregular

4 Primeira leitura
0
0
57
O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) ajuizou, nesta quarta-feira (07/02), uma Ação Civil Pública (ACP) por improbidade administrativa contra o prefeito de Juazeiro do Norte, José Arnon Bezerra, e seu filho, Pedro Augusto Geromel. Segundo argumentam os promotores de Justiça Igor Pinheiro e Silderlândio do Nascimento, o gestor municipal vem utilizando o site da Prefeitura para promover o seu filho, que é presidente do Diretório Municipal do Partido Trabalhista Brasileira (PTB) e pré-candidato ao cargo de Deputado Federal.
De acordo com a investigação realizada, constatou-se que Pedro Augusto, que não está na lista de agentes públicos no Portal da Transparência e tampouco na folha de pagamento, tem lugar de destaque em várias solenidades oficiais, chegando até mesmo a representar (segundo as matérias institucionais) o pai em atos da Prefeitura de Juazeiro do Norte. Também está claro, segundo os promotores de Justiça, a intenção de promover o filho do Prefeito com a participação em atos de descerramentos de placas durante inaugurações de obras públicas. “A situação é tão grave que o Prefeito, mesmo tendo recebido recomendação formal do Ministério Público para a abstenção de práticas nesse sentido, na data de hoje (7 de fevereiro), publicou matéria em que seu filho aparece novamente no site da Prefeitura”, disse Igor Pinheiro.
Os promotores de Justiça ressaltam que o fato constitui ato de improbidade administrativa – por representar clara violação ao artigo 37, §1º, da Constituição Federal e artigos 73, II e 74, da Lei das Eleições – motivo pelo qual foi solicitada, na ACP, liminar a favor da imediata retirada das propagandas em que consta a imagem do filho do prefeito, bem como a proibição de divulgação ostensiva de qualquer outra pessoa não vinculada à estrutura pública. No mérito da ação, requereu-se a condenação dos citados à suspensão dos direitos políticos de 3 a 5 anos, pagamento de multa civil de até 100 vezes o subsídio do Prefeito, proibição de contratar com o Poder Público pelo prazo de três anos e pagamento de dano moral coletivo no valor de cem mil reais.
Os promotores de Justiça lembram que José Arnon Bezerra já é investigado por nepotismo, uma vez que sua filha, Isabela Geromel Bezerra de Menezes, e seu irmão, Luiz Ivan Bezerra, são secretários municipais e o prefeito recusou-se a exonerá-los, sob o pretexto de capacidade técnica.
Com informações da assessoria de comunicação do MPCE
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Destaque

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Fortaleza e Floresta fazem revanche hoje no Castelão

Três meses depois, os caminhos de Fortaleza e Floresta voltam a se cruzar. Hoje, às 18 hor…